Surgiram no Egito antigo, e eram feitas de feno, couro ou marfim. Para os egípcios, o circulo representava a eternidade, que como o amor, deveria durar para sempre. Ela deveria ser usada no dedo anelar esquerdo, por acreditar que nesse dedo passava uma veia que estava ligada ao coração. Os gregos usavam anéis de ímã no quarto dedo da mão esquerda , pelo mesmo motivo. Os romanos adotaram tal costume, porém o anel era feito com metal , o que acabou se tornando um símbolo inalterado até hoje, em quase todas as civilizações. Para os chineses cada dedo representa um membro da família. Os dos noivo (a) o dedo médio, o anelar do esposo (a). As alianças que marido e mulher usam em suas mãos, são sinal de felicidade um do outro. Amando-se os esposos estão amando a Deus. Muitas religiões consideram o casamento como sendo metade de um ciclo e que o homem só atinge e completa seu ciclo quando se casa. Seria praticamente dizer que o homem só atinge a religião completa em seu casamento. Alguns sacerdotes dizem que as alianças representam duas metades e que juntas formam um inteiro só, ressaltando essa teoria religiosa.

Fonte: Casamentos Sylvia Queiroz

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta